Diferenças entre cachaça, aguardente e pinga

Por todos esses anos lendo e ouvindo, diz a história que a origem do nome “Cachaça” vem do castelhano “Cachaza” que significa vinho de borra. Outra provável origem é que tenha vindo da palavra “cachaço”, o porco, e seu feminino “cachaça”, a porca. Isso porque para amolecer a carne dos porcos selvagens, que era muito dura, molhavam-a com aguardente para amaciá-la. Passando assim, o nome de porca (cachaça) a significar aquela aguardente que hoje todos conhecemos com o nome de cachaça.

É de grande costume utilizar os termos “aguardente” e “pinga” para se referir à cachaça. Mas se formos pesquisar a origem dos nomes, veremos que não se referem à mesma coisa.


A aguardente é qualquer bebida que tenha sido obtida a partir da fermentação de vegetais doces, como frutas. Sua graduação alcoólica está entre 38 e 54%. Sendo assim, podemos encontrar aguardentes de frutas, cereais e até de raízes.

Já a cachaça é à aguardente da cana-de-açúcar. Assim toda cachaça é uma aguardente, mas nem toda aguardente é cachaça. Resumindo; a cachaça é o destilado feito do caldo da cana de açúcar com graduação alcoólica entre 38 e 48%, não podendo conter açúcar acima de 6 gramas/litro.

E falando da pinga, ela sim, é somente um dos sinônimos da cachaça mais utilizados hoje em dia.

Brindemos!

Referência: Alambiques do Brasil